O ABC dos bairros


Por William Puntschart


A cidade de Mauá é composta por diferentes bairros, sobre os quais, muitas vezes, não dispomos de informações históricas básicas, tais como o motivo pelo qual receberam esse ou aquele nome, quais foram os primeiros moradores etc.
Com a colaboração da população, conseguimos resgatar o passado de alguns desses lugares. A seguir, publicamos um breve relato sobre três bairros tradicionais do município, explicando a origem dos seus nomes:

Falchi, Vila – denominação em homenagem a Pedro Falchi, imigrante italiano, proprietário de uma chácara no local, desde o inicio do século passado. Lá, ele se dedicava a plantação de uva. Na verdade, o patrono do bairro morava em São Paulo, onde atuava no ramo alimentício, com industria de chocolate.

Salgueiro, Jardim – No Local, Havia o córrego Águas do Salgueiro, cujo nome influenciou o senhor João Martins Salgueiro a comprar uma pequena propriedade. Aproveitando-se do solo rico em argila, ali estabeleceu uma importante olaria em sociedade com seu filho primogênito. Aliás, a Casa de Cultura e Museu Barão de Mauá tem, exposta ao público, uma fôrma que era utilizada pela Olaria para a confecção dos tijolos.

Zaíra, Jardim – O maior e mais populoso bairro de Mauá, Jardim Zaíra, situa-se em uma área pertencente à antiga Fazenda Bocaina, cujos eucaliptos ali encontrados forneciam carvão tanto para os trens quanto para as indústrias de porcelana. O responsável pelo loteamento da área, iniciado no fim da década de 40, Chafik Mansur Sadek, decidiu homenagear sua mãe, batizando-o com seu nome: Zaíra. 
Share on Google Plus

Sobre Alex Mauá

Esse texto foi trazido até você pela Equipe Mauá Memória a cidade Ontem e Hoje, ajude nosso trabalho divulgando nosso site ou enviando fotos antigas, notícias da cidade e coisas que acontecem no seu bairro entre em contato: mauamemoria@gmail.com