A mudança do colégio Viscondão

Viscondinho quando era próximo a Paineira no centro de Mauá

A MUDANÇA DO COLÉGIO VISCONDÃO 
Autor:Engenheiro Agrônomo Orlando Lisboa de Almeida 

  Fiz o “quarto ano” do primário no Viscondinho, em Mauá-SP.   Depois fiz um ano de “Curso de Admissão” que era um curso preparatório para o “vestibular” para ver se conseguia entrar no Ginásio.   Se não me engano só tinha o curso ginasial em Mauá no Colégio Estadual Visconde de Mauá, que ficava num velho prédio de alvenaria na esquina da famosa paineira ali no centro de Mauá.    
Predião antigo, branco, de janelas azuis.   

     O curso de Admissão (um ano) eu fiz na Escolinha do SESI que ficava na Rua Japão, perto da Porcelana Mauá, na mesma calçada desta.
     Em 1965, aprovado no “vestibular”, fui fazer o curso ginasial noturno no Viscondão, já que tinha de trabalhar durante o dia,  aos quinze de idade.     Ao que me lembre, nesse mesmo ano, deve ter havido a nossa “ocupação” do novo prédio do Viscondão que foi construído lá onde hoje é o Terezinha Sartori.   Mas vamos por partes.   

     O novo Viscondão estava em construção e por alguma imperícia (ou desvio de material), uma parte do lado direito da obra desabou, matando ao menos um operário.   Isto foi mais que motivo para paralisarem a obra por bom tempo e o povo da cidade estava ansioso pelo novo prédio.      Processo de cá, conchavos de lá, conseguiram voltar a tocar a obra.   Pois cortaram a parte que desabou e só ficou o piso de cimento, o que virou algo como uma cancha esportiva descoberta.   Que eu saiba não voltaram a construir nessa parte do prédio.   

 Após a retomada da construção, esta ficou pronta lá pelo ano de 1964 mas não se sabe por que cargas d`água, o prédio estava pronto e não inauguravam nunca.
 Eis que algumas lideranças dos alunos e professores se articularam e resolveram que nós iríamos fazer a mudança no peito e foi o que fizemos.    A prefeitura apoiou e teria fornecido caminhões para carregar as carteiras e as demais mobílias.    No prédio antigo me lembro que o Diretor era o Professor Gilson.   Craque em dar sermão na moçada.   Diziam que lá era difícil ter um diretor efetivo, coisa que não nos explicavam o por que da coisa ser de rosca.

 O fato mesmo é que fomos para o Viscondão no prédio novo que já não era tão bem localizado para a maioria dos alunos de então.    E acho que era o único colégio público a oferecer o curso Ginasial e Colegial na época.      Depois disso, o pessoal resolveu criar um “logotipo” para os nossos uniformes e algum iluminado copiou o símbolo da Mitsubishi que quase ninguém conhecia.    Os três losangos, dois na base e o terceiro sobreposto.    No losango de cima as iniciais CE e nos de baixo, V e M, completando o nome do Colégio Estadual Visconde de Mauá.     Isto é o que tenho na memória e que não tem o rigor das datas, porque este compromisso é da História.    Lá eu cursei as quatro séries do Ginásio e as três do Colegial.    Foi de suma importância na minha vida e de tanta gente que por lá passou.
Share on Google Plus

Sobre Alex Mauá

Editor Chefe do site: Alex Mauá, O portal Mauá Memória tem como objetivo divulgar os trabalhos culturais de nossa região, além de também divulgar outros aspectos da cultura como a preservação da história local e de costumes regionais, quer divulgar seus trabalhos culturais no site? é só enviar um email para: abcgeek@outlook.com