Anos 70:Praça 22 de novembro (Foto comentada)


Comentários do Grupo do Facebook Mauá Memória

Renato Alencar Dotta: Praça 22 de Novembro. No canto da foto, a data: 1970.
9 de novembro de 2011 às 08:55

Marcos Hummel: Quando conheci esta praça ela estava depredada, tinha no fundo a concha acústica, que nos domingos se apresentavam artistas populares.
9 de novembro de 2011 às 19:57 ·

Alex Martins: Eu lembro pouco dela, uma vez eu fui lá com minha mãe tava comendo pão com mortadela e tomando tubaína sentado lá (que pobreza!) que a gente comprou o onitsuka aquele que tinha ali do lado da praça.
9 de novembro de 2011 às 20:02

Alex Martins: alguém ai se lembra do cachorro quente do Onitsuka?
9 de novembro de 2011 às 20:03 ·

Alex Martins: com pão francês?
9 de novembro de 2011 às 20:03 ·

Marcos Hummel: Eu ia lá direto quando voltava da natação no ginásio de esportes (estádio) subia no palco que era de ladrilho vermelho
9 de novembro de 2011 às 20:05 ·

Edson Bueno de Camargo: pensar que era um projeto paisagístico do Burle Max. essa eu assisti a demolição com lágrimas nos olhos. ao invés de reformar, demolir. e isto com a promessa de que chegaria o trólebus até Mauá, nunca saiu do projeto.
17 de novembro de 2011 às 11:43 ·

Andre Paixão: O prefeito que demoliu esta linda praça, foi um assassino da Historia de Mauá. que pena...
21 de novembro de 2011 às 17:08 ·

Ederson Rocha: Nem se compara ao que é hoje... Como puderam destruir uma praça tão bonita.
5 de abril de 2012 às 21:44 ·

Cris Rocha: ah! eu tenho fotos com 3 aninhos nessa praça
6 de abril de 2012 às 00:05 ·

Andreia Torres: minha mãe se apresentava cantando na Concha Acustica..
8 de abril de 2012 às 18:01 ·

Alex Martins:  essa ai é a Praça 22 de novembro na década de 1970
27 de abril de 2012 às 11:03 ·

Miriam Gonsalez: Leonel Damo mandou passar o trator, até o jardim japonês entrou nos entulhos!!!!
27 de abril de 2012 às 23:56

Marcos David: Meu avô foi jardineiro dessa praça.
28 de abril de 2012 às 16:59 ·

Marisa Dela Beta: lembro quando ia com minha irmã ver os shows de varios artistas que se apresentavam na concha acústica da praça... era uma delicia ! sinto saudades da liberdade e da segurança que naquele tempo existia!!!!!
28 de abril de 2012 às 20:19 ·

Telma Bozzatto: Eu ia também!!...rs..
29 de abril de 2012 às 16:55 ·

Marisa Dela Beta: Telma passamos quase toda a nossas vidas juntas, e temos muito ainda que passsa!!!
29 de abril de 2012 às 17:20 ·

Cleusa Ap Gonçalves: Tbm tenho saudades de poder andar a pé, tinha uma turma de mais de 25 pessoas que íamos para o (o vila) v.vitória, independente, industrial, parquinhos, circos qdo tinha algum perto era uma farra.
29 de abril de 2012 às 17:44 ·

Cleusa Ap Gonçalves: A gente andava sem medo porque se alguém era mal feitor ele é que era excluído da turma e ficava só, natal passagem de ano passávamos a noite de casa em casa depois da meia noite,ninguém mexia com a gente hoje não da nem pra fazer caminhada na rua.
29 de abril de 2012 às 17:47 ·

Cleusa Ap Gonçalves: Até no portão é perigoso ficar, temos vizinhos que nem conhecemos como não ter saudades de viver tranquilo lembrando disso tive até vontade de chorar,qta coisa a gente viveu e estava adormecido dentro da gente.
29 de abril de 2012 às 17:50 ·

Silvia Viola: Esse jeep pertenceu ao Sr Vair Arthur vó dono da sapataria do Papai , onde meu esposo Viola trabalhou
Share on Google Plus

Sobre Alex Mauá

Editor Chefe do site: Alex Mauá, O portal Mauá Memória tem como objetivo divulgar os trabalhos culturais de nossa região, além de também divulgar outros aspectos da cultura como a preservação da história local e de costumes regionais, quer divulgar seus trabalhos culturais no site? é só enviar um email para: abcgeek@outlook.com