Os Patrimônios tombados de Mauá: A Casa Bandeirista (Museu Barão de Mauá)

Os Patrimônios tombados de Mauá


William Puntschart
Presidente do CONDEPHAAT –MA


CASA BANDEIRISTA. Remanescente do período inicial da ocupação territorial paulista, o Casarão, atual Museu Barão de Mauá, foi construído no decorrer do século XVIII. Arquitetonicamente é considerado importante exemplar de Casa Bandeirista, tanto pelo esquema de planta adotado - de origem renascentista - quanto pela técnica de construção empregada, denominada taipa de pilão. Foi erguida com terra argilosa socada entre pranchões de madeira, proporcionando paredes de até 60 centímetros de espessura. Foi sede da grande fazenda denominada Bocaina. Na década de 1930, os sócios Pacheco, Victorino e Schimidt - responsáveis pelo loteamento da fazenda - vendem a casa para Adolpho Augusto Ferreira. Desapropriada em 1982, se tornou sede do Museu Barão de Mauá. Tombado em 29/12/1983.



Acervo Museu Barão de Mauá
A Voz de Ribeirão Pires, 672 - 28 de outubro de 1982

Share on Google Plus

Sobre Alex Shinobi

Esse texto foi trazido até você pela Equipe Mauá Memória a cidade Ontem e Hoje, ajude nosso trabalho divulgando nosso site ou enviando fotos antigas, notícias da cidade e coisas que acontecem no seu bairro entre em contato: mauamemoria@gmail.com