Praça 22 de Novembro: Os Patrimônios tombados de Mauá

A Praça nos anos 70 - acervo Museu Barão de Mauá
William Puntschart
Presidente do CONDEPHAAT–MA

PRAÇA 22 DE NOVEMBRO. V. Fausto Neves Morelli (Centro). Principal praça da cidade. Originalmente, ficava ali um tanque construído a partir de águas desviadas do córrego Capitão João, o Tanque dos Morelli, usado para produção na olaria local. Na década de 1940, foi batizada como Praça Senador Flaquer. Numa casa ainda hoje existente no logradouro, reuniu-se, entre 1952 e 1953, o movimento autonomista de Mauá. Em 1955, como homenagem a esses autonomistas, a praça é rebatizada em referência à data do plebiscito de emancipação da cidade, ocorrido dois anos antes. No início dos anos 1960, foram construídos um jardim japonês, uma concha acústica, um lago de carpas e uma fonte luminosa, que foram a “cara” da praça por muitos anos. A atual configuração da praça é de 1998. Tombada em 21/11/2003.

A Praça nos anos 70 - acervo Museu Barão de Mauá
Jardim Japonês: A Praça nos anos 70 - acervo Museu Barão de Mauá


Share on Google Plus

Sobre Alex Shinobi

Esse texto foi trazido até você pela Equipe Mauá Memória a cidade Ontem e Hoje, ajude nosso trabalho divulgando nosso site ou enviando fotos antigas, notícias da cidade e coisas que acontecem no seu bairro entre em contato: mauamemoria@gmail.com