Série Bairros: Vila Bocaina

Trecho inicial entre Jardim Zaíra e Vila Bocaina, anos 60
Por Severino Correia Dias

Vila Bocaína primeiro loteamento da cidade. Em 1.922, a empresa Pacheco, schimidit e Vitorino loteou a Antiga Fazenda Bocaína. A partir destes lotes surgi à comunidade Zaíra, (antigo Corumbê) que segundo dicionário da língua Tupi de Gonçalves Dias, Corumbê ou Coryb significa “alegrar-se”.

No final da década de 40, todo Sítio Bocaína, exatamente 4.284.860 m², pertencente a João Jorge Figueiredo, adquirido pela família Sadek, cujos irmãos e sócios liderados por Chafik Mansur Sadek, ali iniciaram um loteamento popular, constituído de unidades que variavam de 2000 a 300 m². De acordo, decidiram também homenagear a matriarca da família, nomeando o loteamento como Zaira Mansur Sadek, (Zaira sem acento popularmente designado Zaíra). E assim estas terras iram desenvolver as necessidades básicas de um bairro popular. Nomes como Carmem Edwigens Savietto, no qual no ano de 1.947 representava Mauá, se candidatando ao cargo de vereadora por Santo André, cujo candidato a prefeitura era Armando Mazzo (Armando Mazzo, foi o 1° comunista a “exercer” o executivo no Brasil). 

Mauá ainda dependia de subsídios de Santo André. Carmem também procurou melhorias para São Caetano, uma vez que São Caetano estava em processo de emancipação. (24 de Outubro de 1.948), Carmem faz parte dos primeiros movimentos em Corumbê (Atual Zaira). Outro movimento de relevância social foram as SABS (Sociedade Amigos de Bairro), surgidos em Belo Horizonte no ano inicio da década de 60, com finalidades de auxiliar os bairros periféricos no qual Zaira estava inserida. Nomes como Olivier Negri, J.J. Oliveira, Maria Marcelina da Silva. Assim surge a Sociedade de amigos de bairro Jardim Zaira e Circunvizinhos o SABAJAZAC.
Share on Google Plus

Sobre Alex Mauá

Editor Chefe do site: Alex Mauá, O portal Mauá Memória tem como objetivo divulgar os trabalhos culturais de nossa região, além de também divulgar outros aspectos da cultura como a preservação da história local e de costumes regionais, quer divulgar seus trabalhos culturais no site? é só enviar um email para: abcgeek@outlook.com