Os 18 anos de Mauá - 1972 - Parte I

Revista Expressão, dezembro de 1972
Os 18 anos de Mauá foi um texto produzido em 1972 pelo repórter Osíris de Paula Soares para a revista Expressão em comemoração ao aniversário de 18 anos do município.

Mauá se prepara para comemorar o 18° aniversario de emancipação administrativa. O município esta passando por acelerada fase de desenvolvimento, ampliando grandemente seu campo industrial e comercial. As dezenas de bairros e vilas estão recebendo vários melhoramentos como asfalto, iluminação, novas e modernas escolas e em cada estabelecimento de ensino, seus alunos são atendidos com deliciosas merendas fornecidas pela Prefeitura Municipal.

Localização do Município no A.B.C
Ao terminar o centro de Santo André, inicia-se a Estrada  Nova Mauá, que interliga Santo André a Mauá. É bem moderna com duas amplas pistas de alta velocidade e totalmente iluminada com luz de mercúrio.

Ao passar pelo bairro Capuava nota-se a esquerda o término da Serra do Mar, cujo terreno é comparável ao de Campos do Jordão, dando um aspecto de cidade serrana, sendo que até a temperatura é bem mais fria, com tendência para fortes geadas no inverno, e constantes temporais. 

A metereologia do município é a seguinte: Temperatura média da máxima 32° ; média compensada 17,5° ; clima temperado; vento predominante sudoeste.

A Serra do Mar sobe do litoral santista em direção ao Planalto de Piratininga
Ao chegar no Distrito de Paranapiacaba, está na sua maior altitude, e neste ponto a Serra do Mar recebe o nome de Serra de Paranapiacaba, que quer dizer “lugar de onde se avista o mar” e se acha no meio de uma pequena planície, rodeada de altas montanhas. A Serra começa a diminuir de altura conforme vai se aproximando do planalto. Ao chegar no município de Rio Grande da Serra, ela se afasta para ambos os lados, formando uma grande planície, onde nasceu e desenvolveu a citada cidade. Além, há a Represa Billings; mas já no município de Ribeirão Pires, a Serra se aproxima novamente e a via férrea a entrecorta, começando a diminuir cada vez mais.

Ao chegar no município de Mauá, na altura de Capuava,  a serra já se tornou diminuta e recebe o nome de “Mar de Morros” ou “Meia Laranja” Ai se inicia o campo aberto, o verdadeiro planalto de onde se originou a designação de “Borda do Campo”.
O centro da cidade de Mauá possui o privilégio de encontrar-se numa planície desprovida de morros e ladeiras, dando-nos uma idéia de que está situado em uma espécie de “Prato Raso”, devido às Serras que se encontram ao seu redor. 

Em compensação, a Serra se dirige para os bairros, e dentre os demais o Jardim Zaíra é o mais montanhoso, com quase todas as rua e avenidas em planos inclinados. Quem seguir pela Avenida Presidente Castelo Branco notará à esquerda, em todo percurso , a Serra majestosa e verdejante, oferecendo uma beleza incomum, e aprofundando-se pelo município.

Morro pelado
Localiza-se no bairro do Jardim Zaíra, o ponto mais elevado da região do Grande ABC, O Morro Pelado é o segundo mais elevado do Estado, pois o primeiro é o Pico do Jaraguá. Infelizmente, o morro pelado não foi descoberto pelo geógrafos do IBGE para medida exata de sua real altura mas futuramente, quando o local for amplamente conhecido e estudada suas possibilidades turísticas urbanizado e liberado para o público, torna-se o maior ponto turístico do ABC, por que seu topo, descortina-se belas paisagens de uma visão panorâmica que se descortina da cidade e das montanhas que as circudam. E será um local aprazível para os habitantes de Mauá e cidades do  ABC, realizarem passeios dominicais. 


Share on Google Plus

Sobre Alex Shinobi

Esse texto foi trazido até você pela Equipe Mauá Memória a cidade Ontem e Hoje, ajude nosso trabalho divulgando nosso site ou enviando fotos antigas, notícias da cidade e coisas que acontecem no seu bairro entre em contato: mauamemoria@gmail.com