Olha o alho! Foto barato moço! Os tipos urbanos


Santos
Administrador do Mauá Memória

As Ruas de nossa cidade estão repletas daqueles tipos inesquecíveis, que ficarão para sempre  em nossa memória como o homem que vendia mangueiras no centro da cidade e gritava “Mangueira, mangueira, não amassa não entorta” ou a moça da foto “vai tirar foto na hora moço?” que continua firme e forte ali na frente da Galeria no centro de Mauá.

O comercio e serviços ambulantes atravessam décadas e séculos, sempre estiveram presentes no cotidiano das cidades e conseguimos através do livro “História da vida Privada no Brasil” uma ilustração da década de 1920, mostrando tipos urbanos típicos das cidades naquele período e uma coisa interessante nesse desenho é seu título: “Algumas figuras de Hontem” , Uma nostalgia em pleno inicio do século XX de uma passado recente de tipos ainda presentes no cotidiano das cidades.

Notando essas figuras podemos observar algumas que sobrevivem até hoje em muitas cidades como é o caso do Engraxate ao ar livre, o “Photo barato!”, agora notem a estreita relação entre esse termo para o fotografo chamado de “Lambe-Lambe” e a chamada que a pessoa faz ainda hoje para atrair clientes para tirar foto no centro de Mauá e eles tem uma distância de quase 90 anos entre os dois e a tradição continua a mesma.

O macaco de realejo até os anos 1980 existiu em Mauá, tanto ele quanto o papagaio de realejo, cansei de ver ali na frente da Sasaki durante a semana no horário da tarde.
O “Democrático Kiosque” existiu em Mauá até o final dos anos 1970, era um ponto de encontro de trabalho, descanso e bate papo num mundo mais pessoal onde se corria menos e vivia-se mais , quais outros tipos urbanos você se lembra? Você recorda de alguns desses tipos que estão na ilustração? Comente abaixo:   


Share on Google Plus

Sobre Alex Mauá

Editor Chefe do site: Alex Mauá, O portal Mauá Memória tem como objetivo divulgar os trabalhos culturais de nossa região, além de também divulgar outros aspectos da cultura como a preservação da história local e de costumes regionais, quer divulgar seus trabalhos culturais no site? é só enviar um email para: abcgeek@outlook.com