Em defesa da antiga Fábrica de Sal, Patrimônio histórico da cidade de Ribeirão Pires

Fonte: www.ipt.br/

"Caros, gostaria que participassem e repassassem para todos que tivessem preocupação com a preservação do Patrimônio Histórico de Ribeirão Pires!

NÃO DEIXE O PREFEITO E OS VEREADORES DEMOLIREM O PRIMEIRO MOINHO A VAPOR DO ESTADO DE SÃO PAULO!

NO DIA 1 DE FEVEREIRO, SEGUNDA-FEIRA, ÀS 14h NA CÂMARA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO PIRES, SERÁ VOTADO O PROJETO DE LEI DA VENDA DA ÁREA ONDE SE ENCONTRA O ANTIGO MOINHO DE TRIGO FRATELLI MACIOTTA (CHAMADO DE FÁBRICA DE SAL). NESTE MESMO DIA, CONVOCAMOS HISTORIADORES, PESQUISADORES E MEMORIALISTAS DO ABC PARA UM ATO EM DEFESA DO MOINHO FRATELLI MACIOTTA, UM PRÉDIO HISTÓRICO COM MAIS DE 117 ANOS.
DIGA NÃO AO SHOPPING FANTASMA DO SAULO. NÃO QUEREMOS MAIS UM BEST SHOPPING NO ABC!

EM DEFESA DO PATRIMÔNIO CULTURAL DO ABC! ESTÃO DESTRUINDO O PATRIMÔNIO DE RIBEIRÃO PIRES POR GANÂNCIA E DINHEIRO.
LEMBRE-SE, É ANO DE ELEIÇÃO. 
PARTICIPE, CONVIDE SEUS AMIGOS E DIVULGUE OS ARGUMENTOS DO CONSELHO DE PATRIMÔNIO:

1. Você sabia que a antiga Fábrica de Sal foi o primeiro moinho a vapor do Estado de São Paulo e se chamava Molino di Semole Fratelli Maciotta (Moinho de Trigo Irmãos Maciotta)?
2. Você sabia que ele é o segundo moinho mais antigo do Brasil, perdendo somente para o Moinho Fluminense, no Rio de Janeiro (128 anos)?
3. Você sabia que o prédio do moinho foi construído em 1898 em Ribeirão Pires e tem mais de um século de existência (117 anos)?
4. Você sabia que o prédio foi muito bem construído pelo engenheiro italiano Frederico Maciotta, que investiu 500 mil liras italianas para construí-lo e que não temos outro exemplar arquitetônico no Estado, somente esse?
5. Você sabia que a técnica de construção civil aplicada por Frederico Maciotta, com fundação de pedra, argamassa de saibro, tijolos de olaria e sem nenhuma armação de ferro, já não existe mais e que o prédio preserva essa técnica?
6. Você sabia que até a construção do moinho a vapor em Ribeirão Pires, usava-se moinhos com tração animal e que os irmãos Maciotta trouxeram uma nova tecnologia que revolucionou a produção de farinha de trigo no Estado de São Paulo?
7. Você sabia que o Moinho de Trigo Fratelli Maciotta foi um marco na fabricação de pão no Grande ABC e em São Paulo, pois a farinha de trigo era importada, e com a fabricação da farinha de trigo “Flórida”, em Ribeirão Pires, reduziu-se muito o custo do pão?
8. Você sabia que a cultura da gastronomia de massas é uma herança direta dos italianos, cuja contribuição dos irmãos Maciotta é inegável?
9. Você sabia que apesar da constante trepidação dos trens, o prédio de 117 anos não tem sequer uma rachadura, portanto, não está condenado?
10. Você sabia que o prédio é um testemunho edificado da imigração italiana no Brasil e que os seus construtores, os irmãos Octávio, Anacleto e Frederico Maciotta vieram de Turim e Gênova, na Itália, para investir em Ribeirão Pires?
Por todos esses motivos, o Conselho de Patrimônio protocolou em agosto de 2015 um pedido de tombamento (proteção) do prédio no CONDEPHAAT. Neste momento, o processo está tramitando para que o edifício seja reconhecido como patrimônio cultural do Estado. O Prefeito diz que precisa gastar 7 milhões para restaurar o prédio, mas gastou 14 milhões do DADE só no “Teleférico Cidade Encantada”! E mente ao dizer que não está usando o dinheiro da cidade, pois dinheiro do DADE é dinheiro nosso, que temos o direito de receber todo ano por sermos uma Estância Turística. O Prefeito diz que a contaminação do sal inviabiliza o prédio. Mentira! Se deixar o prédio como monumento aberto ao público, sem atividade permanente, somente com visitação, não há riscos para a população. Também não existe risco de desmoronamento, pois a própria Defesa Civil fez um relatório em 2013 alegando não haver sequer uma rachadura na estrutura.
O prédio não precisa ser um centro cultural! Defendemos que ele seja mantido como um sítio arqueológico para visitação. Assim como as pirâmides do Egito, a Acrópole e as Ruínas dos Sete Povos das Missões não viraram um centro cultural e são sítios arqueológicos onde os turistas visitam apenas para conhecer a edificação e o monumento, o Moinho de Trigo Fratelli Maciotta pode ser um sítio arqueológico industrial do ABC, que remonta o início do desenvolvimento econômico e industrial de São Paulo e ajuda a contar a história da imigração italiana no Estado e no Brasil. Não queremos shopping! Não queremos mais um caixote de concreto que vai estragar a paisagem de Ribeirão Pires! Não queremos os subempregos gerados pelo shopping, queremos empregos de verdade para a cidade! Não queremos um shopping fantasma em Ribeirão Pires, como o Best Shopping de São Bernardo, que nunca vingou, foi à falência e ficou fechado por 14 anos gerando prejuízos para a cidade. PENSE NISSO!"
Share on Google Plus

Sobre Alex Shinobi

Esse texto foi trazido até você pela Equipe Mauá Memória a cidade Ontem e Hoje, ajude nosso trabalho divulgando nosso site ou enviando fotos antigas, notícias da cidade e coisas que acontecem no seu bairro entre em contato: mauamemoria@gmail.com