1954: Mauá recebeu festivamente a Rádio Nacional de São Paulo

Da esquerda para a direita, Cesar de Alencar, Emilinha e Marlene, no auge da rádio Nacional. Foto: Reprodução
Por Lauro Genésio

No dia 15 do mês passado, esteve em nossa pequenina e modesta cidade, a "Grande Visita da Rádio Nacional de São Paulo", que veio emprestar o seu brilho invulgar as comemorações, que se faziam, em homenagem ao primeiro aniversário do Esporte Clube Porcelana Mauá, dando no palco do Cine e Teatro "Santa Cecilia", um formidável e espetacular "show", do qual participaram, em quase sua maioria, todos os grandes cartazes dessa querida e simpática rádio emissora de São Paulo, que deu o prazer inigualável, para que todos os que aqui residem, tivessem a ocasião de ver e ouvir os seus artistas, que gozam de projeção indiscutível no cenário radiofônico do país, como a interessantíssima Mary Gonçalves, a admirável Barbara Ardanuy, a inconfundível e querida estrela de São Paulo, Hebe Camargo e outras tantas mais, que me fogem à memoria, mas que não ficaram esquecidas, pois que aqui vai como prova o cumprimento sincero e efusivo de todos os que assistiram ao magnífico espetáculo, em que elas tomaram parte, podendo-lhes garantir que o número de fans de sua legião, aumentou consideravelmente após este belo programa, do qual participaram. Ao `cast" masculino, que tanto também brilhou, aqui em nossa cidadezinha, naquela memorável noite, cumpre ressaltar pela calorosa aclamação que receberam, o Walter Foster, o "homem da conversa do meio dia", o Odair Marzano, do rádio teatro, o aplaudido locutor do programa "Manoel da Nobrega", o Élcio de Araçatuba, o Walter Ribeiro, o AH! IÉ!, o Paulo Leblom do "Balança mais não cai", o Wilson de An drade, o Alfredo Moreti, o Nelson Gonçalves, sempre bem recebido com a sua "Camisola do Dia" e outros tantos mais elementos dessa simpática e ouvidíssima rádio emissora, que por um lapso não nos foi possível anotar seus nomes, mas que lhes enviamos os nossos melhores votos de muitas felicidades e grandes êxitos no decorrer dos anos que terão ainda de vir extensivos e belíssimo o harmonioso trio "Marabá". Ao Mazzaropi, o notabilíssimo motorista de "Anastácio", grande abraço lhe envia, toda a sua enorme legião de fans daqui, juntamente com os nossos. 

Ao violinista da rua "Major Quedinho", ao F. Camargo e todos os que compõem a grande orquestra da Rádio Nacional de São Paulo, e que tem por maestro grande Spartaco Rossi, os parabéns de todos quantos tiveram a chance de vê-los e ouvi-los, no palco do "Santa Cecília", aplaudindo-os pela beleza inconfundível da harmonia com que executam os seus apreciados números. 

Ao ilustre sr. dr. João Batista Ramos, que tão bem soube analisar os fatos com suas gentis palavras, os nossos mais cordiais cumprimentos, augurando-lhe um belo porvir, em vista da delicadeza e compreensão que tem, em sua alma bondosa, os requisitos necessários para fazer e cativar amigos. 

E agora para finalizar, registramos o gesto amável dos diretores do programa dessa memorável noite, que deram o prazer para que fossem ouvidos por todo o Brasil, por intermédio das ondas dessa poderosa emissora, os srs. Balbo Santareli e Melchor Barbosa, que agradeceram em nome da coletividade do Município da Louça e do Esporte Clube Porcelana Mauá, respectivamente, a honra com que fomos distinguidos, fazendo com que todos os que assistiram tão inesquecível "show" voltassem para as suas casas, com um sorriso a lhes florir nos lábios certos de que jamais se esquece riam, daquele lindo espetáculo dessa bonita noite do mês de maio.

Fonte: Folha de Mauá, 12 de Junho de 1954 
Share on Google Plus

Sobre Alex Shinobi

Esse texto foi trazido até você pela Equipe Mauá Memória a cidade Ontem e Hoje, ajude nosso trabalho divulgando nosso site ou enviando fotos antigas, notícias da cidade e coisas que acontecem no seu bairro entre em contato: mauamemoria@gmail.com