Sicut Lilium: Conheça a história Sicut Lilium: Conheça a história | Mauá Memória, história e Cultura




Por William Puntschart

Sicut Lilium

A igreja Matriz de Mauá Imaculada construída em terreno doado por Maria Queiroz Pedroso, no fim da década de 20, era, inicialmente, apenas uma capelinha. Com o tempo, porém, graças à participação da comunidade, ocorreu sua ampliação, que, de acordo com as observações do Cônego Belisário Elias de Souza, foi impulsionada por Marcos Simoni, Antonio Negri e Alexandre Arminas, ex-párocos locais. 

Em seu interior, todavia, encontramos inúmeras relíquias artístico-culturais, que, frequentemente, não são notadas pelos fiéis, dominados por diferentes sentimentos como esperança, angústia, tristeza ou alegria.

Entre as referências à história do cristianismo, por exemplo, destacamos a inscrição em latim, Sicut Lilium, cujo significado, "pura como o lírio", exprime a analogia entre Os lírios que, apesar de florescerem no pântano, mantém o branco de suas flores e a imagem da Virgem Maria, mãe de Jesus Cristo, sem a mácula do pecado original. 

Já no centro do presbitério, notamos a imagem da Nossa Senhora da Imaculada Conceição, esculpida em mármore, comprimindo a cabeça de uma serpente com a maçã na boca. Essa disposição, observa o cônego, deve ser entendida como bem esmagando a cabeça do mal por toda a posterioridade.

Em arcos, obedecendo ao estilo arquitetônico romano, perspectiva adotada por Alexandre Venâncio Arminas, a Matriz tem revestidas com pedras de diferentes tonalidades, provenientes de várias localidades do Brasil, em particular da Bahia e Minas Gerais, em alusão ao processo migratório observado na cidade.

Os vitrais, situados no altar, representando a Eucaristia, sacramento em que segundo o dogma católico, o corpo e o sangue de Jesus Cristo estão presentes sob as espécies de pão e vinho. 
Na nave central da igreja, desde a entrada até o santuário, está pintada,em quatorze cavidades na parede, a Via Sacra, a partir do julgamento até o sepultamento de Jesus Cristo. Acima dessas pinturas, encontramos os vitrais retratando os quinze mistérios do terço.