Porcelana Real Porcelana Real | Mauá Memória, história e Cultura

 


William Puntschart

Vista da Porcelana Real e o futuro Parque da Américas, em Mauá. Aberta em 1943 pelos sócios Arthur Leopoldo Schmidt, Harry Arno Schmidt e Alfredo Schmidt, a Real empregou gerações de trabalhadores. Seus artigos, aparelhos de jantar, chá e café para hotéis e similares, além do mercado interno, eram exportados e abasteciam embaixadas brasileiras em vários países. Nomeada Porcelana Schmidt, em 1972, hoje está desativada. Além das memórias, restou a caixa d’água utilizada em seu processo de produção. 

Original: Élio Monteggia.

Postar um comentário

Seja bem vindo e deixe sua mensagem