No dia 10 de dezembro, o Teatro Municipal de Mauá comemora seu primeiro ano de vida. Para festejar a data, a Secretaria de Educação, Cultura e Esportes preparou uma Programação Especial de Aniversário, marcada por uma exposição de fotos, que conta a história do primeiro ano da casa. A Mostra Memória fica em cartaz até 31 de janeiro de 2003 e será paralela a outras 18 atividades gratuitas preparadas para dezembro.

Há um ano, Hermeto Pascoal abriu a festa e os artistas plásticos Hans Grudzinski e Aluízio Domingos dos Santos foram os primeiros a inaugurar o espaço, ao som da Banda de Jazz da Polícia Militar de São Paulo.

Para este ano, o coordenador do Teatro Municipal, Ednaldo Freire, espera a visita da população mauaense para prestigiar a exposição Memória, que conta visualmente o que se passou no complexo cultural nesse um ano de atividade.

O Teatro Municipal foi marcado, nesse período, pela versatilidade. Durante todo o ano, foram realizados simpósios, exposições e apresentações de grupos de samba, capoeira e break. Nas artes plásticas, o destaque foi para Maria da Paz, conhecida internacionalmente por seus trabalhos em tela.

Desde sua inauguração, o Teatro Municipal colocou Mauá no circuito cultural do País. "Sempre tivemos a intenção de levar cultura ao povo, seja ele de classe A, B, C, D ou E. Todos os espetáculos são democratizados porque eu acredito que a beleza é para todos e não para alguns, somente. Aqui a gente não tem apartheid", brinca Ednaldo Freire, coordenador do Teatro Municipal.

Para o futuro, Freire quer lançar uma programação que ressalte os grandes ciclos da cultura do País, com festas populares, étnicas e sazonais, para dentro e fora do teatro. "A cultura não está confinada em quatro e paredes. Mauá tem vários palcos e queremos levá-la para todos os cantos da cidade", diz.

Freire planeja, em 2003, promover os encontros Latino Americano de Artes Cênicas e de Artes Comunitárias, além da Mostra Estudantil de Teatro. Mas as idéias não param por aí. O grupo Folias D´Arte prepara, ainda para este ano, um musical cabaré que será apresentado no Café Teatro, intitulado Single Singers Bar. "Isso mostra que a arte não tem lugar certo. Ela pode se manifestar em qualquer cenário, a qualquer hora", diz.

Espírito democrático – A um custo de R$ 2,41 milhões, o Teatro Municipal nasceu com a ideia de levar diversão e arte à população mauaense, sem distinção entre classes econômicas.

O complexo de 548 lugares, com espaço reservado para portadores de deficiência física e assentos especiais para obesos, sempre foi palco de grandes atrações.

Nos primeiros meses de funcionamento, de dezembro de 2001 a abril de 2002, todas as apresentações do Teatro Municipal eram de graça. Para o mês de aniversário, todas as apresentações também terão entrada franca. A programação do Teatro Municipal está no site da prefeitura, na agenda de festejos da cidade.

Fonte: PMM 2002

Postar um comentário